Saúde


Estudo associa estilo de vida pouco saudável à impotência



Manter um estilo de vida pouco saudável, que envolve excesso de peso, sedentarismo, consumo elevado de álcool, tabaco e drogas, está associado à impotência masculina, de acordo com um estudo do centro de estudos Statens Serum Institut, na Dinamarca.

Pesquisadores liderados pelo professor Morten Frisch, utilizou dados de uma pesquisa com 5.552 homens e mulheres dinamarqueses com idades entre 16 e 97 anos, para estudar a associação de fatores de estilo de vida com a inatividade e disfunção sexual.

Os resultados indicaram que características pouco saudáveis se associaram ao maior risco de não ter uma vida sexual com o parceiro em até 78% dos homens e 91% em mulheres.

Entre aqueles que tinham um parceiro sexual, o risco de sofrer de impotência foi maior nos homens que levam uma vida pouco saudável – 71% naqueles com circunferência da cintura e mais de 800% entre aqueles que usaram drogas pesadas.

Mulheres que usaram haxixe tinham quase 3 vezes mais risco de sofrer de anorgasmia (dificuldade ou incapacidade de atingir o orgasmo durante a atividade sexual com um parceiro) em comparação as não-usuárias.

Saber sobre possíveis consequências negativas de um estilo de vida para a saúde sexual pode ajudar as pessoas a pararem de fumar, consumirem menos álcool, exercitarem-se mais e perder peso.

| R7 |