Dieta


Beber suco pode ser pior do que tomar refrigerante



suco
Os malefícios dos refrigerantes são bem conhecidos: diretamente ligados a diabetes, doenças cardíacas e gota, são também vazios de nutrientes. Mas os sucos também têm se mostrado vilões da saúde, de acordo com as informações do Huffington Post. Principalmente porque o hábito de trocar a fruta inteira pelo néctar ou beber suco no lugar de água está se tornando cada vez mais comum.

O problema começa porque as frutas que vão virar suco perdem boa parte das fibras, que são levadas com a casca e separadas da polpa, deixando quase que só a parte açucarada do alimento. É por isso que um suco de laranja tem basicamente a mesma quantidade de açúcar que um refrigerante – entre 5 e 8 colheres de chá por copo – e os dois são igualmente cheios de calorias.

Além disso, a maravilhosa vitamina C encontrada no suco de laranja – que fortalece o sistema imunológico e funciona como antioxidante, protegendo as células dos radicais livres – acaba se perdendo com o tempo, como todos os nutrientes encontrados nas bebidas naturais. No caso das opções industrializadas, a perda é ainda maior, graças às técnicas de conservação. A mais comum consiste em retirar o oxigênio do líquido e armazená-lo em galões de milhares de litros, por tempo indefinido, o que também deixa o suco sem sabor. A solução das empresas é apelar para os aditivos que trazem de volta o gosto delicioso e refrescante das frutas artificialmente.

“Tive pacientes que tomavam até dois litros por dia, porque acreditavam nos benefícios nutricionais, mas só ganhavam peso e problemas no fígado”, diz Naveed Sattar, médico e professor de medicina metabólica na Universidade de Glasgow. “Acho urgente que as pessoas bebam sucos com cuidado.”

Fonte: Terra